Bem Vindos!

"Sejam felizes enquanto estiverem ouvindo a Web Radio Amiga, afinal a musica baileira transmite a alegria dos bailes e o aperto no caração de amores e paixões resolvidas ou não, mas que marcam nossa vidas e que gostamos de viver e reviver."



Horóscopo



domingo, 28 de junho de 2009

TERCEIRA DIMENSÃO

O Grupo Musical Terceira Dimensão vem fazendo a sua história desde 1º de maio de 1976. Tudo iniciou numa reunião de amigos onde surgiu a Idéia da formação da Banda , que é natural de Horizontina – RS. Com a escolha do nome "Terceira Dimensão", já se sugeria o conceito de algo grande, na busca do sucesso desde então sonhado.A banda possui o DVD, que marcou para sempre a história do grupo, pois foi o pioneiro lançado neste gênero musical. Para Gravadora também foi um momento impar, já que o primeiro DVD lançado pela empresa foi o do Terceira Dimensão, Dando inicio para entrada da mais alta tecnologia de som e imagem na Acit.O Grupo Tem,hoje, seu trabalho reconhecido no sul do Brasil e também no Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo e ainda Argentina e Paraguai. Por mês, a banda realiza em média 25 apresentações com equipamentos de som e iluminação próprios, despontando como um dos Grupos mais bem estruturados do país. A mais alta tecnologia acompanha o Terceira Dimensão por todo Brasil.
A banda Terceira Dimensão sempre teve vocalistas excelentes, iniciou sua trajetória com Vanderlei Rodrigo, depois passando para Flavio Dalcin e Agora Paulinho e também não podemos deixar de comentar "Sadi" e "Tony" que sempre gravam músicas excelentes.
Em mais de três décadas, o grupo gravou inúmeras canções que ficaram na história da música popular. Agora, o Terceira lança um CD que é um verdadeiro presente para os fãs: são onze grandes sucessos que recebem nova roupagem e a interpretação de Paulinho, vocalista da banda. Hoje é meu Dia, Sonho de Amor, Dois Apaixonados e Querida Minha são alguns dos hits que compõem o trabalho. Há também uma música inédita, De Nova York a Porto Alegre, que abre o repertório. Não perca mais este grande lançamento ACIT e do Terceira Dimensão, preparado com muito carinho para todos os fãs que se entregam ao ritmo contagiante da banda.

DISCOGRAFIA:





sexta-feira, 5 de junho de 2009

ALMA SERRANA


""" O Novo Som do Alma """"

Tudo começou com a cara e com a coragem e muita dedicação. E já são 14 anos de trabalhos, de ensaios, de estradas e de muita fé e novos horizontes se abrindo a cada dia. Esse é o lema do Alma Serrana, pôr literalmente a alma em tudo o que faz. Hoje são em média 10 shows por mês e muitos quilômetros rodados para o Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Mato Grosso e Rondônia. Campo Grande sempre foi e sempre será a sede do Alma Serrana. “Nossas raízes estão aqui, jamais esqueceremos as dificuldades, mas o que nos estimulou sempre foram às amizades, o apoio, o carinho do público em todos os cantos de Mato Grosso do Sul por onde tocamos, e isso não tem preço. Sempre demos valor para os artistas, compositores e profissionais locais, por isso os nossos CDs foram todos gravados aqui” diz, João Villar. Mesmo com idas e vindas de integrantes a banda nunca parou e hoje é formada por João Villar (violão), Fernando Villar (baixo), Mateus (vocal), Marcos - Rato (bateria) e o Fabrício - Sagüi (sanfoneiro),e contam tambem com dois musicos de apoio na percussão Ronieres e na guitarra Junior .O Alma Serrana vem marcando presença em Programas de TV em rede nacional desde o 2002, quando participaram do Programa do Ratinho no SBT e esse ano estiveram duas vezes no Programa Sabadaço apresentado por Gilberto Barros na TV Bandeirantes e no Programa Mulheres da TV Gazeta. A última grande apresentação do grupo foi no último dia 20 de agosto no 51.º aniversário da Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos 2006, um dos maiores rodeios da América Latina. O 1º DVD, com 50% de composições próprias, foi gravado dia 28 de Janeiro de 2006, em Campo Grande-MS, na Av. Via Park, e chega as lojas no final de outubro de 2006. Diferente e ousado, trouxe o que tinha de melhor em equipamentos de som e luz, montado numa super-estrutura que proporcionaram imagens belíssimas e um ritmo contagiante. “Revelando o verdadeiro DNA baileiro”, mostra realmente que o Alma Serrana jamais esquecerá da sua terra. “O nosso cuidado foi intensamente dedicado ao repertório, na produção do show, capacitação da equipe, o que muitas vezes, resulta num intervalo maior entre um lançamento e outro”, explica João. A música de trabalho é “Tereco Teco”, de autoria do Fabrício Golin “Sagüi”, uma vaneira contagiante, que embala todos para o salão.
FONTE: GARAGEM MP3
OUÇA ALGUNS SUCESSOS DO ALMA:

LOS PALMERAS



Los PalmerasAllá por el año 1972 se reunieron seis músicos en la ciudad de Santa Fe, capital de la provincia del mismo nombre en la República Argentina, para formar un conjunto de música tropical. Quien sería su vocalista usaba hasta ese momento en otro conjunto el seudónimo de "YULI PALMERAS", entonces decidieron juntos, denominarlo "SEXTETO PALMERAS" con la voz de "YULI".El 9 de diciembre del mismo año se une al grupo MARCOS MAXIMO CAMINO en reemplazo de Osvaldo Zabala, para ejecutar el acordeón a piano, al cabo de un tiempo este se hace cargo de la dirección y pasan a llamarse "GRUPO PALMERAS". Lo curioso fue que el público cariñosamente los bautizó como "LOS PALMERAS", nombre este que conservan a lo largo de treinta años de trayectoria ininterrumpida.
Los Palmeras en sus comienzos.

En el año 1976 un amigo, MARTIN ROBUSTIANO GUTIERREZ "CHANI", propietario de una disquería, les ofrece la posibilidad de grabar su primer disco; y el 16 de septiembre en los estudios "Ión" cumplen su sueño mas preciado, estampar su estilo musical en la placa discográfica para el sello "MRG", participaron de aquella primera experiencia, Czeslav Popowicz (Yuli) en voz, Raúl Alberto Gomez en bajo, Gilberto Donnet en timbales, Carlos Zalazar en Tumbadoras, Marcos Camino en acordeón y como músico invitado Juan Carlos Denis en guitarra, en el mes de diciembre se lanza al mercado este material bajo el título "LOS PALMERAS" , y fue aceptado de buen grado por el público, que así colmó las expectativas del productor discográfico. Al año siguiente en los estudios RCA Victor, graban su segundo L.P "TE REGALARE MI VIDA" con un éxito mayor al anterior y una riqueza técnica superior. En el año 1978 se produce un acontecimiento que se destacaría por su implicancia, como la decisión mas importante en la carrera de "LOS PALMERAS", su vocalista "YULI" decide separarse del grupo y hubo que buscar una voz que se identificara con el conjunto y que además tuviera la aceptación de sus seguidores, cosa que costó mucho en los primeros tiempos, el elegido fue RUBEN HECTOR DEICAS

Un excelente vocalista, dotado de un timbre de voz espectacular, que por aquel entonces cantaba melódico en el grupo santafecino "Los Búfalos", con el tiempo y su calidad supo ganarse el cariño del público. Su primer trabajo discográfico con "LOS PALMERAS" se llamó "MORENITA CUMBIAMBERA" luego vinieron "BASTA DE ORGULLO","NADIE QUEDE SIN BAILAR", etc. hasta llegar al primer disco en una compañía discográfica nacional (Microfon Argentina), lo que les permitió, además de actuar en todo el país, difundir su música a lo largo y a lo ancho de Argentina y países limítrofes, con la grabación del L.P "CUMBIA Y LUNA" llegó el primer DISCO DE ORO, en mérito a las ventas obtenidas.

Miguel T. del Sel, Carlos Monzón, Rubén Deicas y Marcos Camino (der)


También fueron consecutivamente DISCOS DE ORO : "FIESTA EN LA SELVA", "POR SIEMPRE", "CORAZON NO ME PREGUNTES", "CALIDA EXPRESIÓN" y "LOQUITO POR TI" todos en Microfon Argentina, luego en el año 1993 después de estar cuatro años en la Sony Music, firman contrato con "BMG Ariola S.A" que los liga hasta el año 1996, allí ganan un DISCO DE ORO por su trabajo "AYER HOY Y SIEMPRE", bajo licencia de "BMG" graban un compilado en el sello "Magenta" "TROPIBAILE SANTAFECINO" y ganan otro DISCO DE ORO ; en 1997 se ligan comercialmente al sello "Leader Music" compañía a la que pertenecen en la actualidad, allí vuelven a resurgir con exitosos trabajos, que les hacen merecedores de sendos DISCOS DE ORO ; "UN TOQUE DIFERENTE", "EL SONIDO ORIGINAL", "VOLO LA PALOMA" e "IRREMPLAZABLES", también obtienen DISCO DE PLATINO por su trabajo "VOLO LA PALOMA".
En 1999 y 2000 ganan consecutivamente el premio "CLAVE DE SOL" como mejor grupo del interior del país, entre los más encumbrados artistas del género tropical en la República Argentina.Hoy, dueños de un estilo musical definido a lo largo de tres décadas, son queridos y respetados por propios y extraños, han actuado en todas las fiestas nacionales y zonales que se puedan imaginar, compartieron escenario con los mas grandes artistas internacionales y han demostrado a lo largo de su historia que son parte del folklore popular nacional y dignos representantes de su querido Santa Fe.
Ya en el año 2001 graban su trabajo “Cuando el amor se daña” para el sello Leader Music, destacándose en el mismo éxitos como “La chica de rojo”, “Avisame”, “Fiebre de la noche” entre otros. Para el año 2002 coincidentemente con sus treinta años de trayectoria, preparan especialmente el CD “Treinta Años” teniendo como artistas invitados a Soledad Pastorutti “La Sole” cantando con ellos el recordado éxito “Luna Lunera” y Octavio Acosta Arias, primera voz del famoso “Cuarteto Imperial”, que llegó a Argentina en el año 1963 trayendo un nuevo estilo de música que se destaco por su ritmo y sus melodías. Luego firmaron contrato con SFR Discos empresa que hasta el dia de hoy los cuenta entre sus artistas y con la cual grabaron cinco CD de gran éxito. El primero fue “Asi es la Vida” con temas como el que da titulo y otros como “Soy un títere” , “Esa Pareja”, “Entre la espada y la pared”, “29/4/2003” éxito este que hace referencia a la tremenda inundación que azoto al pueblo santafecino. Después llegó el gran éxito “El Bombon” en el CD “Un Sentimiento”, acompañado por otros hits como “Ahora quien”, “Asi es que vivo yo”, “La bestia pop” (un icono del rock nacional de los “Redonditos de Ricota” adaptado al estilo tropical), “Dame un beso”, “Tormenta de Verano”, etc. En el año 2005 se grabo el disco numero 37 bajo el titulo “Te va a gustar” donde entre otros se incluyeron “Doble Vida” en homenaje al desaparecido amigo “Koli Arce” líder del “Quinteto Imperial” y “Yerba Mala” a “Rodrigo” el cordobés que brillo con su estilo y simpatía en todo el espectro musical argentino.
El 11 de Marzo de 2006 se grabó por primera vez un disco en vivo titulado “La Fiesta en Vivo” en el teatro Broadway de la ciudad de Rosario, en cuatro funciones a sala completa, allí se puede apreciar la calidez que el publico les profesa cantando y vivando cada una de sus interpretaciones, demostrando una vez mas el cariño que se supieron ganar a través de su dilatada trayectoria. El 5 de Abril reciben en el teatro Gran Rex el premio “Carlos Gardel” en virtud de haber sido su CD “Un Sentimiento” el mejor album de musica tropical del año. En el mes de octubre de 2006, la compañía discografica SFR decide grabar “El bombon Asesino” DVD y CD en vivo con casi todos los exitos de su dilatada carrera.Ya en el año 2007 recorren el país con gran éxito y actúan en los programas mas encumbrados de la televisión nacional. El 17 de Abril ganan nuevamente el premio “Carlos Gardel” por el trabajo en vivo “El Bombon Asesino”.Luego el 12 de Junio son distinguidos con el GRAN PREMIO SADAIC 2007 “FRANCISCO CANARO” en el Versailles del Palais Rouge en la Ciudad Autonoma de Buenos Aires.

BANDA LEGAL


Banda Legal

A Banda Legal iniciou sua história em março de 1999 na cidade de Boa Vista do Buricá, Rio Grande do Sul. Amigos, embalados pelo desejo de cantar e tocar, se uniram com o mesmo objetivo, formar uma Banda que tivesse uma proposta nova, um estilo diferente, alegre, jovem, enfim, uma Banda que fosse Legal. Daí já surgia o nome, BANDA LEGAL. Iniciaram como componentes Sadir Kist, vocalista, Joel Antes, na guitarra e vocal; Valmir Ribeiro, o "Keno" no contra-baixo e vocal; Mauro Frizzo, nos teclados e vocal, e Alexandre Kisiel, na bateria. Nos anos seguintes, integraram a banda Ademir da Silva Vaz, o "Xará", no trumpete, sax e vocal, e Sidnei Sacon, o "Sidi", no trumpete, trombone e vocal. A gravação do primeiro CD aconteceu em 2000. O sucesso "Me Telefona" virou um hit em toda a região. Em 2001 foi lançado o segundo CD, com os sucessos "MANDA ELA EMBORA", "GATA LEGAL" e "O AMOR É TUDO". "TÔ CAINDO FORA" foi outra grande surpresa. Em 2004, a Banda lança o seu quarto CD. "PEDE PRA ELA VOLTAR" e "APARTAMENTO VAZIO" se destacaram nas emissoras do sul do Brasil. Mas foi com a música "AMIGO DO PEITO" que a banda conquistou de vez o carinho de todos, consolidando sua marca no coração de cada um de seus admiradores, sendo chamada de A BANDA DOS AMIGOS. Por isso, com o maior empenho, carinho e dedicação, a Banda lança em 2005 o quinto CD, "CHAMPAGNE PRA COMEMORAR". A romântica "CAIXA POSTAL" embala os corações apaixonados. "CASA SEPARA", "ELA SÓ QUER DANÇAR", "SOZINHO OUTRA VEZ", "VOCÊ ME PERDEU", e tantas outras, marcam mais este lançamento. A banda lança neste álbum a canção "ETERNOS AMIGOS", lembrando que mesmo estando distante das pessoas que nos são importantes, a amizade está acima de tudo. Em setembro de 2006 o lançamento do 6 CD("PINGA NA GOELA"). Com a energia iconfundível da galera outras faixas estão sendo trabalhadas e muito bem aceitas pelos fãs ("MEREÇO MAIS CARINHO", "VIDAS TRAÇADAS", "EU TÔ APAIXONADO", "GALERA CORAÇÃO").

OS MONTANARI

HISTÓRICO:

Estréia da Banda Os Montanari ocorreu há quatro décadas, mais precisamente ao dia três de setembro de 1958 no programa "Brasil de Canto a Canto", na Rádio Rural de Concórdia SC, apresentação e produção de Vicente Ribeiro da Silveira. O começo não foi fácil e os jovens irmãos Bruno e Oswaldo Montanari, acompanhados dos músicos Fridolino Kiekov, Arthur Tessmann, Erwino Vatzlawick, Urbano Bloss e Werno Falk, viram-se forçados a enfrentar uma série de dificuldades. Em contrapartida, porém, contavam com a ajuda e apoio da emissora e seu diretor Olavo Rigon; do Prof. Vicente Telles, Jaraguaense radicado no Rio de Janeiro, diretor de uma academia de Música e tantas outras pessoas amigas que jamais negaram o seu apoio para que o conjunto se mantivesse unido e coeso naqueles tempos realmente difíceis. Outro fator que os incentivava era a falta de bandinhas e conjuntos para animação dos alegres Kerbs do interior da região. As contratações foram surgindo, e num breve espaço de tempo a Bandinha Os Montanari tornou-se famosa. Seus componentes passaram a dedicar-se integralmente à música, fator que favoreceu muito na homogeneidade do conjunto. Com o passar dos tempos a Orquestra Montanari logrou êxito na difícil empreitada das gravações em disco, um velho e descartado sonho que se tornava realidade. Em princípios de 1971 a já popularíssima ORQUESTRA OS MONTANARI esteve por desintegrar-se. Isto porque em 2 de janeiro daquele ano, quando o grupo cumpria mais uma etapa de seus inúmeros compromissos, na cidade de Nova Laranjeira do Sul (PR), Oswaldo Montanari, quando descansava num hotel local, foi vítima de um lamentável acidente, vindo a falecer. Bruno, seu irmão, desolado com a ocorrência, dispôs-se a não mais dedicar-se a música, afastando-se. Mas, as solicitações eram numerosas e a ORQUESTRA OS MONTANARI voltou a ação, apesar da fatalidade que a enlutou tão profundamente. Em agosto de 1977 Bruno Montanari transferiu a Orquestra para Blumenau (SC) quando seus filhos começaram então a fazer parte. Dez anos depois, Bruno passou a ORQUESTRA para os filhos e demais músicos. No mesmo ano formou-se outra banda: Bruno Montanari e Seus Músicos, desligando-se completamente da ORQUESTRA OS MONTANARI.

Fonte: Acit http://www.acit.com.br/

OS ATUAIS - OS REIS DO BAILE

O Grupo Os Atuais é um conjunto musical brasileiro de Tucunduva, no estado do Rio Grande do Sul. Formado em 1968, são conhecidos como "Os Reis do Baile".[1] Seu criador Ivair Daivid Costa, além de compositor, está a frente do grupo como diretor geral e tocou no conjunto por mais de 33 anos. Com três discos de ouro na bagagem e a marca de mais de 1.500.000 cópias vendidas, possui inúmeros sucessos nesta carreira de mais de 40 anos.[2]
Já gravaram músicas com artistas como Tonico e Tinoco, As Marcianas, Carmem Silva, Nerí Batista e Eric e Henrique e têm composições cantadas por Rick e Renner.[1]

Histórico

A carreira discografica somente se iniciou em 1971 com a gravação do LP independente Batizado como "Os Atuais - Vol.1", depois não pararam mais de gravar, lançando em média um disco por ano. Lançaram ainda independentes mais 3 discos sempre tentando um contrato com uma gravadora, aliás em uma destas ocasiões quando recebidos pela extinta gravadora Berverli foram 'tachados" como "uma salada de frutas", pois na visão dos produtores que ouviram o disco o conjunto não possuía um estilo definido, e não daria certo. Em 1975 a sorte mudou quando um representante da Chantecler (que em 1978 uniu-se a continental e posteriormente em 1993 fundiou-se a warner music), os procurou e propôs um contrato que tão logo foi assinado e já gravaram o disco "TARDE DE DOMINGO", por esta gravadora gravaram mais 3 discos. Em 1979 surgia a gravadora Isaec, lá o grupo gravou o disco "Os Atuais - Eu Voltei...Vol.9) que podemos chamar de "a janela para o sucesso", infelizmente a gravadora Isaec não "resistiu" e acabou fechando, porém rapidamente a gravadora copacabana com grande interesse no grupo comprou os tapes originias do disco e reeditou agora em seu selo, o disco ganhou grande destaque e chegou a marca de 80 mil discos vendidos entre fitas e discos de vinil. Seguiram gravando normalmente um disco por ano, em 1980 o álbum "TODA VEZ QUE CHOVE", 1981 " A GAROTA DO BAILE" e 1982 "DIA DE FESTA", todos com boas Vendagens e muitos sucessos, em 1983 o com o disco Barco Do Amor Conquistaram o sonhado disco de Ouro, venderam mais de 200.000 cópias e se tornaram definitivamente um dos maiores sucessos musicais da música regional sul brasileira. BARCO DO AMOR é uma versão para a canção FAREWELL, FAREWELL TO CALLINGFORD de T.Hendrik/K.Van Haaren a versão foi feita por Ivar David Costa e Reny De Oliveira, a versão "original" fez relativo sucesso entre 82 e 83 nas vozes do grupo feminino A LA CARTE, mas sem sombra de dúvidas ficou conhecida mesmo nas vozes de Os Atuais, ainda hoje quando se canta BARCO DO AMOR logo vem a cabeça o nome Os Atuais, até mesmo muitas pessoas acham que o grupo A LA CARTE foi quem regravou a música em inglês; curiosidades do sucesso. A década de 80 foi certamente a de maior sucesso do grupo, que seguiu gravando pela gravadora Copacabana, em 1984 lançam o LP "Fim De Semana", destaque para as faixas Amada Minha, Palomita Branca, O Baile Do Niquinho e a título Fim de Semana, que em 1999 foi regravada por Rick & Renner, que aliás tocou "exaustivamente" nas rádios do Brasil), em 85 foi a vez do disco "Quero Bis" neste ano o Reny de Oliveira deixou o grupo para Formar o grupo Hello, seguindo 86 chega ao mercado o disco "Lindo Demais Pra Esquecer" um dos grandes destaques citaremos a música BEIJINHOS DAQUI E DALI, pois com ela participaram do programa Xou Da Xuxa na TV globo. Em 1987 o álbum "Mexe Comigo" rendeu o 2º Disco de Ouro ao grupo, que ainda gravou os álbuns "Pensando Nela - 88", "Velho Vaqueiro - 90" e "Bambina - 91" fechando 12 anos de parceria com a copacabana, depois disso o grupo passou por transformações, em 92 foram contratados pela gravadora RGE e por esta lançaram 4 álbuns, "Locutor Apaixonado - 92", "Amore Mio - 94", "Os Atuais - 95" e "Deixe Dele Que EU deixo Dela - 96", o ano de 1997 foi marcante com o retorno de Reny de Oliveira e por assinarem contrato a Gravadora Acit, por esta lançaram "Os Atuais - 97", "Uma Melhor Que A Outra - 98", "Docinho de Coco - 99", "Linda Mexicana - 2000", "14 Sucessos Ao Vivo - 2001" que também foi o 1º DVD do grupo lançado e "Reis Do Baile - 2002", em 2003 assinaram contrato com a gravadora USA Discos, gravam o álbum Duplo " A 150 Por Minuto" e com este disco recebem o 3º disco de Ouro, pela Usa Discos Gravaram ainda “Chuva De Prata - 2004", "Gosto de Bombom - 2005" e os DVD's "Gosto De Bombom - 2006" e "Nossa História - 2006", em 2006 com uma nova formação lançam o disco "Não Resista A Tentação - 2006" pela gravadora Vertical, ainda por esta gravadora em 2007 chega o disco "Sinal Fechado" e o mais recente trabalho " A Você, Com Carinho - 2008" que chega ao mercado nos formato CD e DVD, completando 36 álbuns, 4 Dvd's e uma história rica em musicalidade, carisma e sucesso.

DISCOGRAFIA:











Fontes : Wikipédia e http://www.osatuais.com.br/